segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Conheça a CCISEN - Câmara do Comércio, Indústria e Serviço do Empreendedorismo Negro

A CCISEN - Câmara do Comércio, Indústria e Serviço do Empreendedorismo Negro é um centro de ESTRATÉGIA e PREVISIBILIDADE , um órgão representativo surgido da iniciativa de empresas, organizações da sociedade civil e pessoas físicas, interessadas na organização, desenvolvimento, expansão e maiores chances de sucesso para o empreendedorismo negro, tornando-o assim importante instrumento do crescimento econômico, de distribuição de riquezas e progresso social no Brasil. A CCISEN foi formalizada e institucionalizada em junho de 2018. 

MISSÃO - Criar soluções que proporcionem sucesso aos e negócios protagonizados por empreendedores negros.
VISÃO - Ser o elo entre os empreendedores negros e o restante dos agentes que compõem o sistema econômico (produção e distribuição de bens e serviços) brasileiro e internacional, visando à identificação dos problemas existentes, a discussão e encaminhamento das soluções adequadas às instâncias, governamentais, políticas ou empresariais.
VALORES
Ancestralidade - onde a participação comunitária é resultado da equalização do papel do indivíduo e o bem-estar coletivo;
Autonomia – gerir-se por seus próprios meios;
Competitividade – como forma de aprimoramento;
Ética, transparência, eficiência e eficácia – no cumprimento dos acordos, no trato da “res pública” e dos recursos obtidos;
Inovação - como forma de promoção da disrupção positiva em sistemas injustos;
Liderança – unir esforços para um bem comum
Respeito – a pessoas, a equidade e ao meio ambiente

HISTÓRICO DE UM NOVO MOVIMENTO - DESENVOLVIMENTO COMUNITÁRIO E SOCIAL ATRAVÉS DOS NEGÓCIOS E CRESCIMENTO ECONÔMICO



Em junho de 2017, um grupo de empreendedor@s negr@s atuantes como empresas ou profissionais liberais em diversas áreas e atividades, compartilhando grandes preocupações sobre aspectos econômicos da população negra, mas também pelos políticos e sociais do Brasil, formou uma aliança para o bem comum, a COALIZÃO DO EMPREENDEDORISMO NEGRO.

O objetivo foi pensar e buscar formas de transpor desafios e dificuldades comuns aos negros quando decidem empreender, a partir do próprio protagonismo negro, para aumentar as chances de sucesso e para a categoria recém-reconhecida como EMPREENDEDORISMO NEGRO.

Desde o inicio a Coalizão procura formar um “pensamento econômico-político” apropriado ao negro, promover e agir de acordo com o conceito do trabalho coletivo, cooperado, integrado e coordenado e, no que tange à partição da riqueza e eliminação da pobreza, tendo referência as proclamas da Década Internacional de Afrodescendentes-2015/2024 da Organizações das Nações Unidas (ONU) (resolução 68/237). 
COALIZÃO DO 
EMPREENDEDORISMO NEGRO




A Coalizão pensou em três pilares para as futuras ações e projetos, um programa visando o desenvolvimento, progresso e aperfeiçoamento nos negócios comandados por negr@s e na criação/organização de um “ecossistema” favorável:
A- FÓRUM – Um espaço de recepção, acolhimento e discussão e indicação de resoluções;
B-ACADÊMICO – Elaborar e/ou analisar estudos, dados e pesquisas;
C-ESTRATÉGICO – Representatividade, articulações e planejamento.

Iniciativas surgidas

Fórum de Inovações e Estratégias do
Empreendedorismo Negro





Coletivo de Estudos e Pesquisas Econômicas sobre Empreendedorismo Negro





Câmara do Comércio, Indústria e Serviço do Empreendedorismo Negro




PROGRAMA DE APOIO AO EMPREENDEDORISMO NEGRO

PROJETOS
A - De Junho 2017
FÓRUM DE INOVAÇÕES E ESTRATÉGIAS DO EMPREENDEDORISMO NEGRO-FIEEN
Rodas de conversa e eventos como importantes “espaços” para facilitar interlocuções entre os próprios empreendedores negros, entre esses e a sociedade, e especialmente, com importantes agentes da economia, das finanças, da pesquisa e das políticas públicas.
Unidos em um grupo de discussão dentro de aplicativo/mídia social criado em setembro de 2017 o FIEEN congrega aproximadamente duas centenas e meia de empreendedores.
Atualmente, após 15 encontros entre novembro de  2017 e julho de 2018,  o FIEEN tem aproximadamente 300 membros localizados principalmente  na capital e no interior de São Paulo e, na sua maioria, empreendedor@s.
Além do grupo geral, subdivide-se provisoriamente em quatro grupos de trabalhos (GTs) específicos como, por exemplo, saúde, gestão empresarial, artes sequenciais e publicidade (filmes, quadrinhos, desenhos animados).
Objetivo
Promover a integração entre os empreendedores negros,
Facilitar interlocuções empreendedores negros e agentes públicos e organismos nacionais e internacionais da sociedade civil,
Influenciar de forma positiva e propositiva a economia nacional e global,
Participar e incentivar a criação, promoção e aperfeiçoamento de políticas públicas para sustentabilidade da agenda empreendedora da comunidade negra.
Promover a expansão local, regional, nacional e internacional dos negócios comandados por negros.
Governança
No âmbito individual
Ao acolher seus participantes, NÃO faz distinção de gênero, raça/etnia, religião, origem e classe social.
No âmbito das instituições e empresas
NÃO são impeditivos para participação qualquer tipo de indústria, comércio ou serviços, setores e segmentos de atividades empresariais, tamanho ou volume de recursos movimentados, tampouco serem de caráter público ou privado.


B - De Maio de 2018
COLETIVO DE ESTUDOS E PESQUISAS ECONÔMICAS SOBRE EMPREENDEDORISMO NEGRO-CEPEEN
Projeto de educação acadêmica, formação e pesquisa da CCISEN. É um coletivo interinstitucional e multidisciplinar. Composto por empreendedores-estudiosos dos negócios comandados por negros que, ao acolher seus participantes, não faz distinção de gênero, raça/etnia, religião, origem e classe social.
OBJETIVO - Suprir as demandas por produtos acadêmicos sobre os negócios comandados por negros. Nossa intenção, através de estudos e pesquisas, é servir como fonte de conhecimentos para organizar, inovar, escalar empreendedorismo negro e, simultaneamente, subsidiar processos decisórios dos setores público e privado visando alocar investimentos, criar e fomentar políticas públicas.
MISSÃO – Demonstrar as potencialidades e oportunidades de retorno dos negócios comandados por negros para investimentos dos fluxos de capitais produtivos nacionais ou internacionais, e a relevância do segmento como um instrumento estratégico do desenvolvimento econômico do Brasil.
VISÃO - Obter reconhecimento nacional e internacional para nossos produtos acadêmicos, e que estes promovam uma justa divisão de riquezas e crescimento econômico sustentável para atingir a equidade e a redução das desigualdades sociais no Brasil.


C - De Abril de 2018
CÂMARA DO COMÉRCIO, INDÚSTRIA E SERVIÇO DO EMPREENDEDORISMO NEGRO-CCISEN
Órgão representativo cuja missão é criar soluções que proporcionem sucesso aos negócios protagonizados por empreendedores negros, tornando-os assim importante instrumento do crescimento econômico, de distribuição de riquezas e progresso social no Brasil.

domingo, 24 de fevereiro de 2019

QUEM FAZ A CCISEN

Diretores



Conselheiros (grupo em formação)




NOSSOS CONCEITOS PARA EMPREENDEDORISMO NEGRO E AFROEMPREENDEDORISMO

AFROEMPREENDEDORISMO
Conceito - Dentro da diversidade dos negócios ligados aos negros temos o afroempreendedorismo, cuja principal característica contém ideologia com proposta de engajamento comunitário, reafirmação de ancestralidade, a provocação à discussão sobre racismo, inserção social e empoderamento.


EMPREENDEDORISMO NEGRO

Toda atividade empreendedora, empresa e negócio, em diversas áreas da econômica e da ação social, com ou sem fins lucrativos, incluindo o afroempreendedorismo, comandada ou com participação protagonista de pessoas autodeclaradas e enquadrada na classificação oficial negra, conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), portanto, trazendo consigo muito de uma condição e de lugar na sociedade.

Para nós da CCISEN, as diferenças entre as atividades, que não colidem, mas sim são complementares e muitas vezes simbióticas, influenciam sobremaneira como e quais mercados irão atingir, número de consumidores, intenções e valores de financiamento e de investimentos.